Pix: entenda a diferença entre ele e outras formas de pagamento

Por Foregon

mão segurando iphone com aplicativo pix

Conteúdo

Conclusão


Resumo: O Pix revolucionou as transações bancárias, mas quais serão as diferenças entre o sistema e outras modalidades do mercado? Neste artigo a gente te conta!


Com quase um ano de lançamento, o Pix chegou e já conquistou espaço na carteira de milhares de brasileiros. O sistema de pagamentos desenvolvido pelo Banco Central (BC) permite a realização de transações instantâneas, sete dias por semana, 24 horas por dia, inclusive em feriados.


No entanto, apesar de sua funcionalidade e popularidade, muitas pessoas ainda possuem algumas dúvidas quando o assunto está relacionado às diferenças entre o sistema e outras formas de pagamento.


Neste artigo, você vai conhecer como o Pix funciona e quais pontos diferem o sistema de outras formas de pagamento. Continue a leitura e aproveite!






Pix: como funciona?



Agilidade e praticidade, essas são duas palavras, entre tantas, que podem descrever o Pix. Isso porque as transações acontecem diretamente entre as contas do pagador e recebedor, sem a necessidade de intermediários.


Até pouco tempo, uma transferência eletrônica exigia que o usuário fornecesse diversas informações para quem fosse receber o valor, o que tornava a transação mais demorada e complicada para alguns.


Tudo acontece por meio de chaves de identificação, que podem ser: número do celular, CPF/CNPJ, endereço de e-mail, Pix Copia e Cola ou por chave aleatória, um código gerado automaticamente no sistema. Além disso, é possível realizar e receber pagamentos via QR Code, o que acaba tornando ainda mais simples o processo.



Pix e outras formas de pagamento


A seguir, confira um comparativo sobre as principais diferenças entre o sistema de transações instantâneas com o TED/DOC, boleto e cartão de crédito e débito.

TED/DOC ou Pix

Modalidade

DOC

TED

Pix

Prazo

O valor cai no próximo dia útil. Se a transferência for feita após às 22h o tempo pode aumentar. 

O valor cai no mesmo dia, caso a transferência seja feita até às 17h.

O valor cai na conta de destino em até dez segundos. 

Disponibilidade

Em dias úteis, entre 6h até às 22h

Em dias úteis, entre 6h até às 17h

Qualquer dia e horário

Valores

Sem limite mínimo, apenas máximo de R$ 4.999,99 

Não há limite mínimo ou máximo

Não há limite, exceto das 20h às 6h, horário em que o valor máximo é de R$ 1 mil

Como fazer?

É preciso digitar os dados do recebedor: banco, número de agência e conta, CPF ou CNPJ.

É preciso digitar os dados do recebedor: banco, número de agência e conta, CPF ou CNPJ.

É necessário informar a chave do recebedor ou ler o QR Code.

Boleto ou Pix

Modalidade

Boleto

Pix

Prazo

O valor cai na conta em até três dias úteis, após o período de compensação bancária.

O valor cai na conta de destino em até dez segundos.

Disponibilidade

Dias úteis

Qualquer dia e horário

Como fazer?

É preciso realizar a leitura ou digitar o código de barras.

É necessário informar a chave do recebedor ou ler o QR Code.

Cartões ou Pix

Modalidade

Cartão de crédito

Cartão de débito

Pix

Prazo

Dinheiro fica disponível, em média, dois dias após o pagamento.

Em média, 30 dias após a realização do pagamento.

O valor cai na conta de destino em até dez segundos.

Como fazer?

Recebedor depende de uma maquininha ou terminal.

Recebedor depende de uma maquininha ou terminal.

É necessário informar a chave do recebedor ou ler o QR Code.


Conclusão


Deu para perceber como o Pix pode facilitar o dia a dia dos brasileiros, principalmente daqueles que possuem seu próprio negócio. E você, também já foi conquistado pelo sistema instantâneo de transações bancárias? 


Conta para gente aqui nos comentários


Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!



0/Deixe seu comentário

Agradecemos sua mensagem!

Em breve responderemos! 😉