FGTS Saque aniversário: veja como funciona e se vale a pena

celular com aplicativo do fgts

Conteúdo


Desde o ano de 2019, os trabalhadores de carteira assinada, que tem direito de receber o FGTS – Fundo de garantia do tempo de serviço, podem receber parte desse dinheiro todos os anos, uma vez ao ano, de acordo com seu mês de aniversário, o que é conhecido como saque-aniversário.


Quem não optou por essa modalidade, afinal ela é opcional, continua na sistemática do saque-rescisão.


Em casos onde o trabalhador se arrependeu de ter aderido ao saque aniversário, só poderá retornar ao saque rescisão, modalidade na qual dá direito de sacar o valor inteiro do FGTS em caso de demissão sem justa causa, apenas 2 anos depois da data em que aderiu ao saque aniversário.


Como o assunto é de interesse de muita gente e as dúvidas ainda são grandes com essa novidade, nesse post você vai entender como funciona o saque aniversário FGTS e tirar suas conclusões se compensa ou não no seu caso.






Como como funciona o saque aniversário?


O valor disponível para retirada irá depender do saldo que existe na sua conta do FGTS e as operações necessárias são bem básicas. Importante pontuar que o saque aniversário não implica em cobrança alguma, ou seja, não é cobrada nenhuma taxa ou juros; é uma forma de já ter acesso a um dinheiro que é seu, uma vez ao ano, ao invés de esperar não trabalhar mais no local para isso.


Do modo mais simples, comece instalando o aplicativo oficial do FGTS, oferecido pela Caixa Econômica Federal, onde lá já aparece bastante informações e está disponível tanto para Android quanto IOS ou então no site da Caixa. Faça seu cadastro e logo na primeira tela já aprece qual é o saldo que você tem disponível.


Para saber quanto você pode sacar, depende de quanto dinheiro tem na sua conta. Isso pode mudar com o passar do tempo, mas costuma ser assim:


  • Até R$ 500: saque de 50% do valor total
  • De R$ 500 até R$ 1.000: saque de 40% do valor total, acrescido de R$ 50
  • De R$ 1.000 até R$ 5.000: saque de 30% do valor total, acrescido de R$ 150
  • De R$ 5.000 até R$ 10.000: saque de 20% do valor total, acrescido de R$ 650
  • De R$ 10.000 até R$ 15.000: saque de 15% do valor total, acrescido de R$ 1.150
  • De R$ 15.000 até R$ 20.000: saque de 10% do valor total, acrescido de R$ 1.900
  • Acima de R$ 20.000: saque de 5% do valor total, acrescido de R$ 2.900


Exemplificando, se você possui R$ 1.000 de saldo na sua conta, você vai poder receber no ano 40% desse valor, ou seja, R$ 400. Para essa faixa de saldo, você soma um adicional de R$ 50, ou seja, pode sacar o montante de R$450.


Percebe-se que quanto maior o valor disponível na conta, menor o percentual que o trabalhador consegue retirar.


De qualquer forma, no app ou site há um simulador saque aniversário, que irá mostrar qual valor você terá acesso e o período de saque; existe uma data específica para fazer o saque a depender da sua data de aniversário.



Como fazer a solicitação de saque de aniversário do FGTS?


Para efetivar o saque, informe no aplicativo que você deseja a opção saque-aniversário, e depois de confirmada você consegue pedir a antecipação do crédito, aceite os termos de uso e clique em continuar. Será preciso informar uma conta onde o dinheiro será depositado para o saque.


Ao fazer a contratação, o valor é bloqueado da sua conta do FGTS e debitado futuramente no mês do seu aniversário, dessa forma, você não recebe o valor do saque-aniversário, até que tenha passado mais um ano, e esse valor também fica bloqueado e não pode ser usado em outras modalidades de crédito.


Quem opta pelo saque aniversário, continua tendo direito de receber a multa de 40% em caso de demissão, e outros direitos como aviso prévio, proporcional de férias e saldo de salário, contudo, perde o direito de receber o saque rescisão, ou seja, não consegue retirar o saldo total da sua conta do FGTS caso seja demitido.



Vale a pena o saque aniversário?

mão segurando carteira de trabalho e celular com aplicativo do fgts

A grande sacada no FGTS aniversário é que não há cobrança de taxas, então caso você esteja precisando do dinheiro ou queira investir, é uma ótima opção. Existe uma outra modalidade que é a antecipação do FGTS, e essa sim é preciso pensar melhor se compensa ou não, uma vez que é cobrado juros, afinal, consiste em um serviço de crédito oferecido pelos bancos.


Nessa modalidade, é possível resgatar o valor de vários anos e não somente uma vez ao ano como ocorre no saque aniversário, mas para tanto, o banco fornece o dinheiro e te cobra juros em troca.


Estes são bem menores nessa modalidade, comparado a outras linhas de crédito. Costuma ser uma linha de crédito mais barata, porque o banco sabe que irá receber o dinheiro de volta, existem plataformas especializadas que dão as melhores opções de bancos, que é o caso da Consigmais, vale a pena conferir.


Sendo assim, o que é mais benéfico é o saque aniversário, e em relação a outra modalidade, que é a antecipação do FGTS, compensa utiliza-lo no caso de trocar uma dívida de juros grandes por ele, que costumam ser o cheque especial e o cartão de crédito, principalmente na pandemia onde as pessoas acabaram não conseguindo pagar suas dívidas, e essa grana extra pode te salvar.


Contudo, não é recomendado se você deseja fazer essa antecipação para gastar o dinheiro com um celular novo ou para dar uma repaginada no guarda roupas por exemplo, já que não são gastos essenciais, afinal, ainda que os juros sejam mais baixos, não deixam de ser juros.


Fique atento ao prazo para retirar o dinheiro no saque aniversário. Confira nos canais oficiais da Caixa.


E aí, vai antecipar seu FGTS ou não?


Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!






0/Deixe seu comentário

Agradecemos sua mensagem!

Em breve responderemos! 😉