6 lições financeiras para ensinar aos seus filhos


Que tal começar a ensinar sobre finanças para o seu filho desde cedo? Separamos algumas lições financeiras valiosas para esse momento. Confira!

menina feliz segurando dinheiro com um cofrinho

Educar um filho nunca é uma tarefa fácil, afinal, você está preparando uma pessoa para aprender a lidar com situações do dia a dia e a enfrentar o mundo. Quando esse é o assunto, um dos pontos mais importantes é a educação financeira, que deve ser ensinada desde cedo.





O que é educação financeira?



Antes de entrarmos no assunto principal, é importante que você entenda o conceito de educação financeira de modo geral. Resumidamente, podemos dizer que ter educação financeira é possuir uma relação saudável com o dinheiro, desenvolvendo um controle adequado sobre as finanças.


Não se trata apenas de acumular altas quantias de dinheiro ou aprender a fazer muitas contas complexas, mas sim de usar o dinheiro com consciência a partir da sua realidade financeira.



Lições financeiras para seus filhos



Agora que você já compreendeu o que é educação financeira, deve ter entendido o motivo pelo qual esse é um assunto muito importante para se discutir com seu filho. No entanto, como ensinar os mais novos a cuidar do seu próprio dinheiro na prática?


Separamos 6 lições financeiras que, quando aplicadas no dia a dia, podem fazer toda a diferença no futuro do seu filho. Aproveite a leitura!



1. Dê uma mesada



Esse é um passo interessante para ensinar sobre lições financeiras ao pequeno. Se sua renda permitir, dê uma quantia mensal ou quinzenal ao seu filho, essa é uma maneira de ensinar a criança a gerenciar seu dinheiro na prática.


A dica é estipular um valor mensal para a criança ou adolescente decida a melhor forma de utilizá-lo. Isso porque ao ter um dinheiro próprio, seu filho começa a entender o valor das coisas e que alguns itens custam mais que outros.


Esse passo pode, ainda, ajudar a estabelecer prioridades na hora de gastar o dinheiro. Vamos falar sobre esse assunto nos próximos tópicos. Continue a leitura.



2. Ensine sobre planejamento financeiro



A ideia aqui é ajudar o pequeno a elaborar um orçamento. Dessa forma, as chances do mesmo não se complicar quando tiver que fazer um planejamento financeiro no futuro são muito maiores.


Para você entender melhor como seguir esse passo, imagine a seguinte situação: se seu filho quiser um celular novo, não o dê logo de cara. Ensine-o a guardar um pouco da mesada, lição que falamos no tópico anterior, até alcançar a quantia necessária para adquirir o produto.


No começo ele pode fazer um pouco de "birra", mas pense sempre que essa é a melhor forma de ensinar o verdadeiro significado do dinheiro ao seu filho. Além disso, aos poucos, ele vai começar a dominar conceitos de economia e orçamento, e não precisará mais de ajuda para administrar a mesada de maneira responsável.



3. Mostre como poupar

menina feliz segurando cofrinho de porquinho

Como citamos anteriormente, não basta apenas dar uma mesada ao seu filho, é preciso ensinar sobre planejamento financeiro e mostrar como poupar dinheiro. No tópico anterior, falamos sobre guardar parte da mesada para comprar algum produto de desejo. Agora, vamos falar sobre poupar dinheiro de modo geral. É sempre bom ter uma graninha sobrando, não é mesmo?


Uma ferramenta que pode ser interessante é o cofrinho ou "porquinho". O hábito de juntar pequenas quantias de dinheiro irá ajudá-lo a entender a importância de ter disciplina com o dinheiro.


Nesse caso, uma dica muito legal é que seu filho "invista" o dinheiro. Essa estratégia ajuda o pequeno a entender o conceito de investimentos. Por exemplo: após 6 meses guardando uma quantia, você, pai ou mãe, pode multiplicar o valor guardado como um incentivo. Caso seja viável para seu orçamento.



4. Ensine a diferença entre querer e precisar



Essa é uma das lições financeiras mais importantes para você ensinar ao seu filho. Afinal, o que é necessário e o que é desejo? Muitas vezes, a criança ou adolescente apenas deseja algo, mas não precisa e, mesmo assim, gasta seu dinheiro com aquilo.


Não estamos aqui para falar que desejos não valem a pena, mas é necessário ensinar quais são as reais prioridades da vida e qual é a situação financeira da família.


Uma dica muito bacana é montar uma lista com tudo o que o jovem gostaria de comprar e dar prioridade ao que realmente é necessário para aquele momento. Essa é uma forma de auxiliar seu filho a ser um adulto controlado e evitar atos que levam às compras por impulso.



5. Utilize livros de educação financeira infantil



A leitura pode ser um grande aliado do seu filho neste momento, sabia? Além de ser um hábito saudável, os livros também podem ajudar com a educação financeira. A dica é procurar por materiais de leitura que ajudem a trazer os principais conceitos do tema por meio de histórias lúdicas e envolventes.


Comece aos poucos, inclua essas lições no cotidiano, permitindo, assim, que seu filho aprenda sobre a importância de utilizar o dinheiro com equilíbrio e muita consciência.



6. Dê o exemplo


Por fim, deixamos uma das lições financeiras mais importantes: a do exemplo. Não adianta falar sobre consciência no uso do dinheiro se você não faz o que fala, concorda? Ao falar uma coisa e fazer outra, provavelmente você perderá a autoridade, afinal, seu filho se inspira em você.


Dê o exemplo e mostre que você também é responsável com suas finanças.


Descomplicamos?


Esperamos que essas lições financeiras ajudem a tratar sobre o assunto com seu filho da melhor forma possível. No blog da Foregon você encontra diversos conteúdos e planilhas que podem te auxiliar nesse momento.








Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!








0/Deixe seu comentário

Agradecemos sua mensagem!

Em breve responderemos! 😉