Dicionário financeiro: termos que todo empreendedor deve conhecer

Por Foregon

mulher empreendedora com cara de dúvida

O universo do empreendedorismo possui uma série de termos financeiros que, na maioria das vezes, são desconhecidos pelas pessoas. Se você acaba de entrar para esse mundo e não quer confundir nenhuma informação, confira o dicionário financeiro com as 12 palavras mais usadas no dia a dia dos empreendedores e esclareça as suas dúvidas!


1. Contas a pagar



Essas são as despesas que toda empresa precisa quitar como, por exemplo, o pagamento de fornecedores, funcionários, contas de consumo (água, energia elétrica e telefone), entre outros. São também os pagamentos com investimentos, como cursos, viagens e equipamentos necessários para o trabalho.


2. Contas a receber



Geralmente, são todos os valores que o cliente precisa pagar para a sua empresa. É recomendado que a organização saiba, também, dos valores à receber à vista ou parcelado.


3. Capital de giro



O capital de giro são todos os recursos que servem para manter a empresa em funcionamento em épocas de crise, ou seja, quando não há a entrada suficiente de dinheiro para cobrir os gastos. Esse recurso é muito usado nos primeiros meses de funcionamento do empreendimento, momento no qual ainda está sendo formada a carteira de consumidores.


4. Capital social



O capital social representa o montante de dinheiro necessário para abrir e manter uma empresa ou quanto dinheiro foi investido para criar o empreendimento.


5. Controle de estoque


Ter controle de estoque é o mesmo que monitorar a quantidade de produtos que estão sendo guardados para serem comprados ou usados numa linha de produção. Essa gestão é fundamental porque, assim, torna-se possível saber quanto tempo o empreendedor tem para reabastecer as prateleiras e tomar decisões importantes, como criar promoções, por exemplo.


6. Faturamento



Como o próprio nome diz, o faturamento é todo o valor que a empresa recebeu com as vendas em um determinado período de tempo. O faturamento anual, portanto, é a soma de todas as vendas durante um ano.


7. Fluxo de caixa



Estratégia de controle das entradas e saídas de dinheiro, ou seja, das despesas e receitas da empresa. Controlar o fluxo de caixa de uma organização é essencial para manter a saúde financeira dos negócios.


8. Gerenciador financeiro



Essa é uma ferramenta que auxilia no controle do dinheiro da companhia. O empreendedor insere todos os recebimentos e despesas e, como resultado, monitora as finanças da empresa.




9. Margem de lucro



A margem de lucro representa a porcentagem calculada sobre o valor de um produto ou serviço, depois de descontados os impostos e as despesas da produção. De forma resumida, é a porcentagem de lucro que a empresa recebe por um determinado produto ou serviço vendido.


10. Pró-labore



Espécie de remuneração fixa paga ao proprietário da empresa, como se fosse um salário por suas horas trabalhadas na administração da companhia. Vale destacar que o pró-labore não é o mesmo que o lucro da empresa, já que esse último deve ser destinado ao capital de giro e investimentos no próprio empreendimento.


11. Receita



Representa o valor que entra no caixa da empresa pela venda de um produto e/ou serviço. Sendo assim, a receita é tudo o que você arrecada, a título de pagamento pela venda de um produto ou prestação de um serviço.


12. Documento Fiscal Eletrônico (DFe)



São todos os documentos fiscais eletrônicos como, por exemplo, a Nota Fiscal eletrônica (NFe), o Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica (DANFe), o Conhecimento de Transporte eletrônico (CTe), entre outros.


Gostou de conhecer os termos financeiros que todo empreendedor utiliza no dia a dia? 


Esperamos que sim. Em caso de dúvidas, deixe o seu comentário para nós. 


Até a próxima!

0/Deixe seu comentário

Agradecemos sua mensagem!

Em breve responderemos! 😉