4 formas de empreender e ganhar dinheiro sem sair de casa


mulher de óculos escuros feliz com dinheiro na mão e sacola de compras
Para quem acredita que não é possível ganhar dinheiro sem sair de casa, é importante dizer que existem diversas oportunidades de empreendimento, que podem ser ideais, principalmente neste momento de pandemia.


Portanto, se você deseja conhecer algumas ideias criativas para se tornar um empreendedor de sucesso, sem precisar sair de casa, continue a leitura e aproveite o conteúdo!


1. Alimentação


Possui dotes culinários e é sempre elogiado pelos pratos que prepara? Saiba que você pode tornar esse hobby em uma excelente forma de ganhar dinheiro.

A grande vantagem de se trabalhar com o setor alimentício é que, na maioria das vezes, os produtos possuem baixo custo no momento da fabricação, fazendo com que o retorno sob investimento seja muito compensador.

Mas afinal, trabalhar com doces ou salgados? Quais opções devo servir? Fique tranquilo, nós separamos uma série de alternativas neste artigo. Dessa forma, você conseguirá comparar todas as opções e escolher com qual deseja trabalhar. Vamos ao que interessa!


Doces


Para quem gosta de fazer doces em casa, a confeitaria é uma excelente opção, além disso, saiba que não é nem necessário dominar muito essa arte, afinal, existem diversos tutoriais e cursos na internet que podem ajudar.

Se você ainda souber divulgar em suas redes sociais e fazer boas fotos de seus pratos, saiba que essa pode ser uma grande oportunidade de ganhar dinheiro!

Vale dizer que a confeitaria é bastante ampla, inclusive, você pode se especializar em uma única categoria para realizar suas vendas. Confira algumas ideias:

  • Bolos e cupcakes;
  • Brigadeiros;
  • Bolos de pote;
  • Brownies;
  • Cookies;
  • Trufas e bombons;
  • Chocolates personalizados;
  • Folhados recheados.

Salgados


Os pratos salgados também são ótimas pedidas, afinal, são alimentos práticos que sempre caem bem em qualquer período do dia. Confira algumas opções de pratos para vender:

  • Pão de queijo (simples ou recheado);
  • Salgados congelados para fritar;
  • Salgados fritos ou assados prontos para consumo;
  • Opções veganas/vegetarianas.

O ideal é testar diversas opções e validá-las com as pessoas que você conhece, para garantir que as suas vendas aconteçam.

Para aumentar as suas vendas, você pode contar com a ajuda das máquinas de cartão! Compare as opções disponíveis no mercado e escolha uma que seja ideal para o seu negócio.


Lanches e finger foods


Os finger foods são comidas que podem ser consumidas com as mãos, sem precisar de pratos e talheres.

Trabalhar com esse tipo de alimento pode ser bem interessante para o seu negócio, afinal, são opções rápidas e práticas. Conheça algumas ideias para investir:

  • Pastéis;
  • Espetinhos;
  • Dadinhos de tapioca;
  • Salgadinhos para festa;
  • Crepe suíço;
  • Mini hambúrguer;
  • Cachorro quente.

Refeições completas


Além de todas essas alternativas que citamos acima, temos as famosas refeições completas. Nesse caso, o ideal é oferecer comidas de qualidade e, principalmente, os pratos que as pessoas mais gostam.

Só não se esqueça: esses pratos dão mais trabalho para fazer. Confira algumas opções:

  • Massas e molhos congelados;
  • Carnes, peixes, aves (pode variar de acordo com sua criatividade);
  • Feijoada;
  • Lasanha.

Alimentação fitness


Essas opções de comida também não podem ser deixadas de lado, principalmente neste momento em que muitas pessoas andam preocupadas com a saúde. Confira algumas ideias para vender:

  • Marmitas saudáveis e prontas para consumo;
  • Alimentos fitness congelados;
  • Pratos veganos e vegetarianos;
  • Pratos sem lactose e glúten.

Produção de ingredientes


Por fim, caso você não queira entregar pratos prontos, saiba que muitos cozinheiros preferem investir em produtos artesanais, a fim de garantir mais sabor para suas receitas. Dessa forma, você pode empreender com:

  • Venda de massas caseiras;
  • Venda de legumes e frutas orgânicas;
  • Venda de massa para produção de pizzas e pastéis;
  • Geleias caseiras.

2. Artesanato


Agora, se você é uma pessoa que ama fazer artesanatos, seja porque gosta da arte ou para presentear amigos, saiba que é possível aprimorar essa atividade e começar a empreender na área!

Confira algumas ideias criativas para colocar em prática agora mesmo e veja se esse tipo de negócio é realmente para você.

Decoração


Vender artigos de decoração pode ser uma boa alternativa para quem possui criatividade e dedicação. Confira algumas ideias de produtos:

  • Quadros;
  • Vasos decorados;
  • Macramê;
  • Enfeites e adesivos de parede;
  • Artigos de crochê (tapetes, toalhas, colchas, sapatinhos etc.);
  • Flores em EVA.

Utensílios


Além das decorações, é possível, também, produzir itens que tenham funções práticas na casa dos clientes. Veja:

  • Sabonetes artesanais;
  • Cosméticos artesanais;
  • Luminárias decoradas;
  • Panos de prato;
  • Porta-objetos;
  • Prateleiras decoradas;
  • Cachecóis de crochê.

3. Vendas online


Esse modelo de empreendimento tem sido um dos mais promissores nos últimos tempos, principalmente porque agora as pessoas estão perdendo o medo de comprar pela internet.

Para começar, você deve escolher um tipo de produto, seja ele físico ou digital, divulgar o seu trabalho em suas redes sociais e, ao longo do tempo, construir uma audiência de confiança.

É importante lembrar que no início não será extremamente fácil, pois esse trabalho, assim como os demais, oferece excelentes resultados somente a longo prazo. Porém, isso não significa que você não receberá alguns trocados logo no começo.

Com o passar do tempo e suas experiências, você poderá criar um site especializado com a identidade visual de sua marca, firmar grandes parcerias e contar com mais diversos outros elementos que vão te ajudar muito em suas vendas na internet!


4. Serviços online


Por fim, você também pode prestar serviços na internet, sem precisar sair de casa. Veja as possibilidades:

  • Dar aulas online sobre um tema que você tenha autoridade;
  • Prestar consultoria de organização pessoal (personal organizer);
  • Trabalhar como influenciador digital e cobrar das empresas para divulgar seus produtos ou serviços;
  • Produzir conteúdos como, por exemplo, ebooks, artigos, planilhas, entre outros;
  • Prestar serviços para outras empresas como gerenciar as redes sociais ou escrever artigos para o blog.

Sempre que for necessário, crie metas de lucros, anote suas despesas e acompanhe essas informações com frequência. Dessa forma, você conseguirá identificar fatores que precisam ser melhorados, numa finalidade de obter um melhor desempenho a cada dia que passar.


Esperamos ter apresentado boas opções de empreendimento para você. Em caso de dúvidas, deixe o seu comentário para nós.


Até mais!




Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!



0/Deixe seu comentário

Agradecemos sua mensagem!

Em breve responderemos! 😉